Polícia fecha criação de galos de briga em Balneário Camboriú


Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Polícia Militar fechou, no início da tarde desta quarta-feira, um cativeiro onde eram criados animais para rinhas de galo em Balneário Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina. Cerca de 20 galos estavam no local, no bairro Jardim Iate Clube, com sinais de maus tratos.

Moradores da região fizeram a denúncia à polícia. Na batida, duas pessoas foram presas. Além dos galos, foram apreendidos armas e munições.

Segundo a polícia, o terreno onde os bichos permaneciam não tinha as mínimas condições de higiene.

Um dos galos foi encontrado com parte de um esporão postiço na parte superior da asa e sangrava bastante.

Os policiais também foram na casa do dono do terreno, um homem de 52 anos, e encontraram uma pistola calibre 380, além de munições.

O homem se diz agricultor e vai ser enquadrado na Lei de Crimes Ambientais. Ele responderá por maus tratos aos animais e ficará à disposição da Justiça, que vai definir qual medida sócio-educativa vai ser aplicada.

A pistola encontrada no local é do filho do dono do terreno, um jovem de 21 anos, que também estava presente quando a polícia achou a arma de fogo. Ele vai responder por porte ilegal de arma.

Os animais foram entregues à Polícia Ambiental.

Fonte:  A NOTÍCIA


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE

CENSURA

DESPERTAR

PROTEÇÃO

HOLOCAUSTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>