Macaco verde é apreendido em apartamento em Portugal


Da Redação

O Núcleo de Proteção Ambiental da GNR (Guarda Nacional Republicana) de Faro, em Portugal, em conjunto com elementos do Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ICNB) de Lisboa, capturou nesta quinta-feira (30) um macaco verde que estava confinado em um apartamento, no centro da cidade.

“O caso foi recentemente denunciado à GNR, sendo que o primata foi trazido da Guiné-Bissau há cerca de trinta anos por seu responsável, estando desde aquele momento confinado à varanda do referido apartamento, no centro da capital”, explicou a GNR num comunicado.

Por fim, a GNR declarou que o animal passará por um período de quarentena, para depois ser introduzido em um zoológico.

Nota da Redação: O animal é apreendido por estar confinado em um lugar que não lhe oferece as condições naturais de vida e sobrevivência: um apartamento. Logo em seguida, decreta-se que ele será levado a um ambiente onde também estará sujeito ao confinamento, e onde não poderá viver plenamente a sua natureza: um zoológico. Duplamente lamentável, novamente decepcionante.

(Com informações da AO Online)


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MISSÃO

ACADEMIA ESPECISTA

SADISMO

DE OLHO NO PLANETA

ARTIGO

MAUS-TRATOS

TRAGÉDIA

RETROCESSO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>