“Puxada de Cavalos”: a crueldade humana não tem limites


Não bastasse as vaquejadas, os rodeios, as brigas de galo, as touradas, o ser humano arranjou uma nova diversão: a “puxada de cavalos”. Ativistas pelos direitos animais de Santa Catarina, estado da região sul do Brasil, denunciam mais um caso de abuso e maus-tratos contra animais.

Desta vez as vítimas são os cavalos, usados numa competição regional denominada “Puxada de Cavalos”, que consiste em usar cavalos para puxar cargas de até duas toneladas.

Uma prova está prevista para o próximo dia 23 de agosto, na cidade de Pomerode (SC) e será realizada no “Clube de Caça e Tiro” da cidade, nome que por si só já denuncia desrespeito aos direitos animais. A AMA – Associação dos Melhores Amigos dos Bichos da cidade quer por fim a essa crueldade travestida de “tradição” e está esperando uma decisão contrária à prática dos vereadores.

Assim como a Farra do Boi em Santa Catarina, manifestação já proibida no Brasil, a Puxada de Cavalos é um ato de crueldade contra animais indefesos, usados apenas para divertir o ser humano.

Fonte: SRZD


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PROTEÇÃO ANIMAL

INVESTIGAÇÃO

FLÓRIDA

JAPÃO

AVANÇO

COMPORTAMENTO

'SAVE RALPH'

ÍNDIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>