Presidente de ONG defende esterilização e cuidado comunitário de animais


A esterilização e a guarda responsável dos cães e gatos na cidade foram defendidas nesta quinta-feira na Câmara de Caxias do Sul (RS) pela presidente da organização não governamental (ONG) Clube Amigos dos Animais, Marlene Flores do Nascimento.

A partir de um pedido do vereador Harty Moisés Paese (PDT), a dirigente ocupou a Tribuna Livre da Casa por cerca de 20 minutos e se colocou contrária aos centros de controle de zoonoses (CCZs).

“Sou a favor dos animais comunitários, ou seja, que a comunidade passe a cuidar deles. Defendo a esterilização e as formas de monitoramento, seja com chip ou outros tipos de identificação”, sustentou Marlene.

A presidente do Clube Amigos dos Animais também destacou a importância de os municípios terem leis que tratem do controle e cuidado dos animais. Segundo ela, os poderes públicos deveriam estimular e cobrar a responsabilidade das pessoas sobre seus bichos de estimação, instituir um comitê de ética e bem-estar animal e criar uma guarda municipal animal.

Em concordância com a palestrante, Paese também salientou sua contrariedade em relação aos CCZs.

“A melhor forma de fazer um controle sério e humano de animais não é através de um Centro de Zoonozes, mas por meio de monitoramento e esterilização”, frisou o pedetista.

Fonte: Pioneiro


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE

CENSURA

DESPERTAR

PROTEÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>