Vegetarianismo combate problemas crônicos

02124623200

Se bem planejadas, tanto dietas vegetarianas quanto veganas são nutricionalmente adequadas e fazem a diferença na prevenção e no tratamento de doenças como diabetes, câncer, obesidade e alterações cardíacas em todos os estágios da vida. É o defende a American Dietetic Association, a maior associação de profissionais de alimentação e nutrição do mundo.

O vegetarianismo pode garantir baixos índices de colesterol, diminuição dos riscos de problemas cardíacos – especificamente da cardiopatia isquêmica – e melhora na pressão sanguínea. A explicação para todas estas vantagens, de acordo com a instituição, é simples. “Dietas vegetarianas tendem a ter baixas quantidades de gorduras saturadas e colesterol e altos níveis de fibra alimentar, magnésio, potássio, vitaminas C e E, folato, carotenoides, flavonoides e outros fitoquímicos”. Essas substâncias tornam o organismo menos propenso a problemas.

O termo, publicado no Journal of the American Dietetic Association, ainda cita os nutrientes que são obrigatórios para quem adota uma dieta sem itens de origem animal. Entre eles estão o ferro e os minerais, encontrados em cereais como o feijão e folhas verde escuras.

Antes de adotar uma alimentação vegetariana, consulte um especialista. As necessidades nutricionais se alteram em cada fase da vida, e só ele conseguirá indicar a melhor dieta para você e sua família.

Fonte: Crescer

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
>