Campanha nas estradas

Diga não ao tráfico de animais silvestres

Para combater a prática ilegal no eixo Rio-São Paulo – uma das principais rotas de tráfico de animais silvestres do país – a unidade regional do Ibama em Caraguatatuba está realizando a “Operação Animais na Rodovia”, que inclui distribuição de panfletos para a conscientização da população e barreiras policiais, em parceria com a guarda rodoviária do país.
 
Segundo dados do Ibama, todos os anos milhares de animais silvestres são retirados de seus habitats naturais no Brasil para um triste destino: o tráfico. Só para ter uma ideia da grandeza desse tipo de prática ilegal, um caminhão utilizado para esses fins, transporta, em média, mil espécies silvestres, com um detalhe: por dia, circulam bem mais do que um veículo como esse nas rotas de transporte do país.

Ainda de acordo com o Instituto, os animais que não são diretamente “exportados”, através das fronteiras e aeroportos brasileiros, normalmente são encaminhados para o eixo Rio-São Paulo, onde são vendidos em feiras livres. Preocupados, a equipe da unidade regional do Ibama em Caraguatatuba decidiu criar a “Operação Animais na Rodovia”, para inibir o tráfico na região do Vale do Paraíba, que engloba 40 municípios, entre as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.

O projeto está focado, principalmente, em duas medidas: barreiras policias, realizadas em parceria com a guarda civil e rodoviária do País, que visam apreender os animais silvestres que estão sendo traficados; e abordagem dos carros que passam pela Rodovia Presidente Dutra para distribuição de panfletos com o tema “Animais silvestres X animais domésticos”, que tem o objetivo de desestimular a aquisição de animais silvestres como “pets”.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

A primeira ação da “Operação Animais na Rodovia”,  aconteceu nos dias 1 e 2 de junho, em homenagem a Semana do Meio Ambiente e, apesar de não ter realizado nenhuma apreensão, a equipe do Ibama considerou a iniciativa um sucesso. Além de entregar os panfletos de educação ambiental para uma série de veículos, a operação reuniu, pela primeira vez, três instituições federais para coibir o tráfico de animais silvestres no país.

O trabalho do Ibama e da Polícia Federal deverá ter continuidade e tornar-se uma prática periódica e, claro, sigilosa na região do Vale do Paraíba. No entanto, para coibir cada vez mais o tráfico de animais silvestres, a Instituição está pedindo patrocínio para empresas e sociedade civil. Os interessados em ajudar podem entrar em contato com o escritório de Caraguatatuba pelo telefone (12) 3884-7520.

Além da “Operação Animais na Rodovia”, o Ibama está desenvolvendo um outro projeto que também é focado na luta contra o tráfico. Se trata de um CETAS – Centro de Triagem de Animais Silvestres, para onde são encaminhadas as espécies silvestres apreendidas nas barreiras policiais para receberem tratamento adequado. A ideia é reabilitar os animais e soltá-los em remanescentes florestais, mas para que seja possível aprimorar e aumentar a prática, o Instituto também necessita de patrocínio, que pode ser oferecido no mesmo telefone.
 
Fonte: Por Débora Spitzcovsky (Planeta Sustentável)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui