Treinador australiano ameaça matar todos os seus cavalos


Utilizar cavalos para corridas já é, por si só, uma forma de exploração e de maus-tratos aos animais.

Recentemente, um treinador australiano ameaçou matar todos os seus cavalos e enviar as suas cabeças para os dirigentes da indústria de corridas, se as corridas com saltos forem abolidas, reportou uma rádio australiana.

As corridas com obstáculos foram suspensas na quinta-feira (07/05) depois do Clearview Bay no Grand Annual Steeplechase, ter sido o terceiro cavalo a morrer no concurso de três dias do Warrnambool Racing Carnival no Estado de Victoria.

A decisão foi tomada pela Racing Victoria Limited (RVL), a entidade que regula, e que irá fazer um comunicado sobre o futuro do desporto esta semana.

A suspensão foi apoiada pelo Primeiro-ministro John Brumby e o Ministério que tutela as corridas de cavalos Rob Hulls, que foram acusados de pressionarem a RVL.

O treinador de cavalos David Londregan disse à Broadcasting Corporation australiana que o seu ganha-pão iria ser destruído e que iria ser forçado a abater vários cavalos se o desporto for banido.

“Terei que abater os meus cavalos, e pretendo mandar uma cabeça ou duas aos dirigentes para lhes lembrar o quanto estão a prejudicar os nossos cavalos”, disse ele.

Fonte: Equisport Online


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

FEBRE AMARELA

REVERSÃO

FINAL FELIZ

RÚSSIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>