Bichos – Martha Follain

Chakras nos animais

Há um campo de energia que circunda o corpo do ser vivente, e é uma manifestação da Energia Universal. Não é exatamente um corpo, mas uma matriz energética. Mas, pode...

175

04/04/2009 às 04:37
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Há um campo de energia que circunda o corpo do ser vivente, e é uma manifestação da Energia Universal. Não é exatamente um corpo, mas uma matriz energética. Mas pode ser descrito como um corpo luminoso que rodeia o corpo físico e o penetra, emitindo radiação característica própria. É um campo de força vital.

Hoje com o avanço dos meios de comunicação e informação, já é possível estudar com mais facilidade o tema e aprofundar-se nas pesquisas publicadas.
Nos animais e vegetais, o campo bioelétrico tem uma dimensão mais ampla. Essa energia vital recebeu vários nomes na História e de sua observação pelo homem à medida que este foi evoluindo a sua consciência. Por volta de 5000 a.C., na Índia, já era mencionada uma energia universal chamada Prana.

Tudo que tiver uma estrutura atômica tem campo bioelétrico: pessoas, animais, plantas, objetos. É constituído por uma trama, ou rede de “nádis” (que são os condutores da força vital) de energia, os quais são entrelaçados e formam, em certos lugares, pontos focais, que receberam dos orientais o nome de “Chakras”.

Representação dos Chakras

O Sistema de Energia dos animais é um pouco diferente do humano. Eles recebem e distribuem a energia por Chakras individuais e isto os faz muito sensíveis a vibrações sutis e modificações atmosféricas. No ser humano adulto a energia entra pelo Chakra da Coroa e pela glândula pineal. Então, é decomposta nos vários raios coloridos. Passando pelo cérebro, a mente racional humana influi na energia e avalia quais as vibrações que não se deve responder e aquelas que não se pode ignorar. Mas, diferentemente de seres humanos adultos, a maior parte dos animais tem um Sistema Energético disperso principalmente devido aos seus corpos que têm alinhamento horizontal e não vertical.

Os animais têm um Sistema de Energia como um bebê humano, ou como um adulto que manteve a capacidade de experimentar coisas através da intuição e dos sentidos – onde o som, a luz, a cor, o gosto, o cheiro e o toque ainda estão ligados.

Representação dos Chakras

Alguns animais ficam agitados antes de um temporal, pois eles são capazes de sentir outros tipos de vibrações no ar, como as vibrações eletromagnéticas, que somos incapazes de perceber.

Usando os diagramas de anatomia humana para comparação, o Sistema de Energia dos Chakras em animais é mostrado abaixo. As posições dos Chakras são aproximadas. Os tamanhos e as formas variam, como os Chakras nos seres humanos.

O tratamento vibracional pode ser iniciado com o Chakra Braquial para estabelecer uma conexão com o animal. Então vá para o Chakra Raiz e trabalhe o caminho ao Chakra da Coroa. Você pode incluir os pontos de Chakras Menores no tratamento se você desejar.

Os animais são supersensíveis aos nossos humores, portanto não mostre impaciência ou aborrecimento se o animal parecer estar rejeitando o tratamento no início. Deixe o bichinho descansar por alguns minutos – caso ele continue agitado, proponha o tratamento para outro dia.

Chakras são Centros de Energia localizados nos Corpos Etéricos dos animais. Tudo que existe é energia, seja visível aos nossos olhos ou não. Um pensamento é uma forma de energia, uma planta é uma forma de energia – animais e  humanos, assim como todo o Universo, também são uma forma de energia. O corpo do ser vivente gera ao seu redor uma luminosidade meio enfumaçada, que é o resultado da vibração de energia, ou energia vibracional. Essa luminosidade tem a capacidade de apresentar diferentes cores, que terão, dependendo da intensidade e forma, significados diferentes.

Chakras são vórtices com diferentes sons, cores e densidades.

Os animais têm Centros de Energia e seus Chakras estão do mesmo modo situados – com as devidas diferenças, dado que a maioria dos animais é mais horizontal do que somos – mas eles se situam em lugares muito semelhantes. Os animais têm outro Chakra Principal, que está situado abaixo do ombro (dos dois lados), chamado Chakra Braquial. Este chakra é também chamado de Chakra Chave, pois é um poderoso centro de energia e pode dar acesso a todos os outros Chakras.

Representação dos Chakras

Todos os animais possuem um Sistema Etérico de Chakras, como os humanos, e a maioria dos animais possui Oito Chakras Principais Ativos (ou Doze nos Gatos), Vinte e um Chakras Secundários ou Menores (alguns autores referem-se a Catorze Chakras Secundários) e Seis Chakras em Botão (Quatro nos Coxins Plantares – somente em animais com “almofadinhas” – animais com cascos não – e Dois nas Aberturas dos Ouvidos). Os Chakras nos animais também estão relacionados ao seu Sistema Endócrino.

Os Chakras afetam a área do corpo onde estão localizados – muitos desequilíbrios físicos podem ser resultado de desequilíbrios dos Chakras. Nos animais, o processo é o mesmo: a doença se manifesta em outros corpos mais sutis, e por último no corpo físico, que é o mais denso dentre todos.

Representação dos Chakras

Os Oito Chakras Principais têm um importante papel no comportamento dos animais. Os animais esfregam seus corpos em árvores, no chão ou mesmo nas pessoas, para estimular o Chakra do Plexo Solar, o Chakra Raiz e para se conectarem com as energias da Terra (energias telúricas). Os Chakras dos Coxins Plantares são sensíveis, e conduzem o animal a pontos de energia harmoniosa. Quando um ponto, local harmonioso é encontrado, o animal deitando-se nesse ponto absorverá energia positiva com seu Chakra do Plexo Solar e Chakra Raiz – abrirá seus canais de energia. Os Chakras dos Coxins Plantares são a fonte primária para animais encontrarem energia positiva. O Chakra Maior e os Chakras Menores da cauda ajudam a guiar o animal para fontes de energias benéficas.

Para uma harmonização do corpo inteiro do animal, pode-se começar o trabalho energético com o Chakra Raiz, na base da cauda, indo em direção a cada Chakra, para abrir e equilibrar cada área; isso pode ser obtido através da Cromoterapia, Reiki, Massagem com Óleos Essenciais, etc. Ou com o Chakra Braquial. É interessante também massagear delicadamente cada centro de energia, para conduzir o animal ao relaxamento. E depois começar o tratamento vibracional.

O TRATAMENTO HOLÍSTICO NÃO SUBSTITUI O TRATAMENTO VETERINÁRIO CONVENCIONAL.

O ANIMAL DEVE SER SEMPRE EXAMINADO POR UM MÉDICO VETERINÁRIO.

A escritora inglesa Diane Stein, formada em Ciências pela Universidade Duquesne, defende a terapia holística para cães e outros animais domésticos. Em seu livro A Cura Natural para Cães e Gatos (Editora Ground) ela expõe o trabalho de Linda Tellington-Jones, baseado na cura psíquica, com florais e acupuntura. Mais: Diane fala sobre os Chakras (centros de energia) dos animais e de como eles regem a saúde do bicho.
Para que o bicho tenha uma boa saúde, é necessário que tenha o campo energético em constante estado de equilíbrio – e isso pode ser obtido também pelas Terapias Holísticas Vibracionais: Florais, Cromoterapia, Cristaloterapia, Sons, Música, Aromaterapia etc.; sobretudo – ser amado!

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.