Mais bugios aparecem mortos em Santa Cruz

silvana
April 2, 2009

A Vigilância Sanitária de Santa Cruz do Sul recebeu novos comunicados de óbitos em bugios em regiões do interior. Até ontem havia 32 animais sob suspeita e oito foram encaminhados para análise. Os resultados ainda não chegaram.

A morte de bugios serve de indicativo para a presença do vírus causador da febre amarela, que é transmitida por mosquitos do gênero haemagogus. O contágio ocorre após o inseto picar o primata contaminado e atingir humanos.

De acordo com o médico veterinário da vigilância, Paulo Rutkowski, as mortes de animais seguem sob investigação, mas não devem resultar em novas estratégias. “O procedimento é vacinar e isso já estamos fazendo”, disse.

A recomendação é de que bugios sejam preservados. Além de correrem risco de extinção esses animais são considerados sentinelas para a febre. A morte é considerada crime ambiental.

Região mobilizada

Venâncio Aires – A vacinação contra a febre amarela começou ontem no Pavilhão de Eventos São Sebastião Mártir. Hoje e amanhã a equipe estará no local das 7h30 às 17 horas. No sábado e domingo, a vacinação será das 9 horas às 17 horas. É necessário apresentar carteira de vacinação, tanto adultos quanto crianças. No interior, o roteiro de hoje começa pela Escola Alcebíades Moreira em Alto Paredão (entre 9h30 e 11 horas) e Escola Vieira da Cunha em Alto Paredão (entre 11h30 e 14 horas) •• Vale Verde – A Secretaria de Saúde de Vale Verde começou ontem a vacinação contra a febre amarela. O município recebeu mil doses que estão sendo aplicadas no posto de saúde e em pontos itinerantes. Na Escola Adélia, a aplicação ocorre hoje à tarde, e na escola José Bonifácio, amanhã à tarde. Já no Balneário Monte Alegre, será na próxima segunda feira.

Fonte: Gazeta do Sul


Você viu?

Em busca de companhias,

Fonte: g1.globo.com Uma das

Pixabay Aproximadamente 50 ativistas

Grupo de guardas ambientais

Foto: Reprodução Youtube /

Reprodução/Instagram/@osindefesos Três cachorros tiveram

The Dodo Onyx e

Foto: Reprodução/GRAD A destruição

Foto: Pixabay A tradição

Notícias | Você é o repórter | Histórias felizes | De olho no planeta


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"cf6ff":{"name":"Main Color","parent":-1},"73c8d":{"name":"Dark Accent","parent":"cf6ff"}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"cf6ff":{"val":"rgb(243, 243, 243)","hsl":{"h":0,"s":0.01,"l":0.95}},"73c8d":{"val":"rgb(217, 216, 216)","hsl_parent_dependency":{"h":1,"l":0.85,"s":-0.05}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
OK
>