ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
  • Compartilhe

Texto

Ação pública

Castrações reduzem em torno de 1,3 mil animais nas ruas de Lajeado (RS)

29 de dezembro de 2015 às 14:30

Foto: Jardel Feldens/divulgação

Foto: Jardel Feldens/divulgação

O empenho do Governo de Lajeado, através do Departamento de Controle de Zoonoses e Vetores, e em parceria com as associações de proteção aos animais (Apama, Apasfa, Aapavat), em reduzir o número de animais na cidade, resultou na diminuição de cerca de 1,3 mil animais nas ruas.

De junho até hoje, já foram submetidos a procedimentos cirúrgicos de castração 173 animais de pequeno porte, 145 caninos, sendo 33 caninos (machos), 112 caninos (fêmeas), e 28 felinos, sendo 10 felinos (machos) e 18 felinos (fêmeas).

A ação deve-se à intensa proliferação de animais e o elevado número de abandono dos mesmos, bem como à presença de animais provenientes de outros municípios, que são abandonados nas ruas de Lajeado.

Segundo dados do Censo 2011, no município existem 10.037 animais domésticos e de pequeno porte, dentre os quais, grande parte é vítima do abandono dos tutores.

Termo de parceria firmado com as associações de proteção aos animais, em 28 de abril de 2015, tem como objetivo principal a realização de até seis procedimentos cirúrgicos de castração de animais domésticos de pequeno porte (cães e gatos), vítimas de abandono, maus-tratos ou sob guarda de tutores de baixa renda, totalizando o valor de R$ 40 mil, distribuídos de igual forma entre as associações.

Além disso, o município mantém mais um convênio com duas associações (Apama e Aapavat), no canil municipal, o qual contempla, mais duas castrações semanais para cada associação.

Fonte: Informe dos Vales

  • Compartilhe

  • Imprimir Imprimir
  • Comunicar Erro

Enviar para um amigo
Comunicar erro

eu apoio a anda

Gabriela Duarte

GabrielaDuarte

É uma causa que eu acredito e apoio totalmente. Às vezes, as pessoas não sabem o que fazer, como transformar a boa vonta

Gabriela Duarte
Atriz

Atriz

Flávia Lippi

braços abertos

De todas as violências que sofremos, as que cometemos com mais frequência são as que cometemos contra nós mesmos. Nessa

Flávia Lippi
Jornalista, empresária e empreendedora social

Jornalista, empresária e empreendedora social

Veja todos os depoimentos »

Facebook
Você é o repórter
Siga a ANDA: