ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
  • Compartilhe

Texto

Crime ambiental

Órgãos destroem cerca de mil gaiolas usadas para tráfico de animais no CE

29 de janeiro de 2016 às 21:20

Material apreendido de traficantes de animais encheu caminhão da Semace (Foto: Semace/Divulgação)

Material apreendido de traficantes de animais encheu caminhão da Semace (Foto: Semace/Divulgação)

Servidores da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), Polícia Militar e Ibama destruíram nesta quinta-feira (28) cerca de mil gaiolas utilizadas para o tráfico de animais no Ceará. A ação de destruição dos produtos ocorreu em Maracanaú, na Grande Fortaleza.

O material foi apreendido durante operações de combate ao tráfico de animais realizadas no Ceará pelas três instituições desde setembro de 2015. A multa para quem comete esse tipo de infração é de R$ 500 por unidade. Caso a espécie encontrada esteja inserida na lista oficial de risco ou ameaça de extinção, o valor sobe para R$ 5 mil por animal.

Como denunciar

A Semace possui um serviço telefônico para receber denúncias de infrações ambientais em todo o Ceará, o Disque Natureza. O serviço funciona pelo número 0800.275.2233. A ligação, gratuita e sigilosa, pode ser feita em dias úteis, das 8h às 12h e das 13 às 15 horas. As denúncias também podem ser feitas pelo e-mail [email protected]

A autarquia pede que seja fornecido o maior número de informação possível do infrator e do local onde ocorre o crime.

Fonte: G1

  • Compartilhe

  • Imprimir Imprimir
  • Comunicar Erro

Enviar para um amigo
Comunicar erro

eu apoio a anda

Giovanna Ewbank

giovanna_ewbank

Os animais são os seres mais puros que existem, eles não podem falar, mas seu olhar já nos diz tudo! Quem dera se todos

Giovanna Ewbank
Atriz

Atriz

Flávia Lippi

braços abertos

De todas as violências que sofremos, as que cometemos com mais frequência são as que cometemos contra nós mesmos. Nessa

Flávia Lippi
Jornalista, empresária e empreendedora social

Jornalista, empresária e empreendedora social

Veja todos os depoimentos »

Facebook
Você é o repórter
Siga a ANDA: