ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
  • Compartilhe

Texto

Cinema e Publicidade

PETA lança campanha contra a exploração de animais pela industria do entretenimento

22 de maio de 2013 às 18:00

Por Rafaela Pietra (da Redação)

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

A PETA (People for the Ethical Treatment of Animals – Pessoas pelo tratamento ético aos animais – em uma tradução literal para o português), lançou na última semana um comercial que apresenta um problema e, como toda boa crítica, a solução ao mesmo tempo. A peça foi produzida pela agência de publicidade americana BBDO de Nova York, e pede para que nunca mais se use animais na indústria de entretenimento, tanto no cinema como na propaganda.

No filme, um chimpanzé confinado em uma sala faz o alerta. Forçados a trabalhar por décadas, a realidade de animais que são roubados de seus habits naturals, separados de suas mães, torturados e abusados, até serem descartados em algum zoológico qualquer, onde passarão o resto da vida presos enquanto famílias chamam isso de diversão, são narradas pelo ator Adrien Brodyonde.

Segundo o Brainstorm9, o comercial é feito completamente em computação gráfica e termina perguntando: “Você conseguiria viver essa vida?”, lembrando que macacos são 98% humanos (e mesmo que não fossem). A campanha inclui também o site com uma petição que pede o fim da exploração de animais para a industria do entretenimento (Assine a petição aqui).

Segundo a agência e a produtora The Mill, o roteiro já estava pronto há anos, mas foi adiado por causa do lançamento de “Planeta dos Macacos: A Origem”, já que o CGI do comercial deveria ser tão bom quanto o do filme, além de utilizá-lo como um gancho para a produção da peça.

Veja o comercial:

  • Compartilhe

  • Imprimir Imprimir
  • Comunicar Erro

Enviar para um amigo
Comunicar erro

eu apoio a anda

Ricardo Japinha

japinha

Depois de me tornar vegetariano, por princípios, considerando injusto ter que matar animais que teriam a vida toda pela

Ricardo Japinha
Baterista CPM22

Baterista CPM22

Ricardo Izar

ricardo-izar

É de obrigação de o homem público zelar pelo bem estar dos animais, isso não diminui a atenção dada ao ser humano, apena

Ricardo Izar
Dep. federal (PSD/SP) Pres. da Frente Parlamentar em Defesa dos Animais

Dep. federal (PSD/SP) Pres. da Frente Parlamentar em Defesa dos Animais

Veja todos os depoimentos »

Facebook
Você é o repórter
Siga a ANDA: