ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
  • Compartilhe

Texto

Alice Branco

Golfinhos, tartarugas e a desumanidade de turistas que fazem “selfie”

19 de fevereiro de 2016 às 8:40

golfinho

Divulgação

Golfinhos mortos pois não aguentarem ficar fora d’água, para deleite do “selfie” do turista egoísta. Tartarugas que não conseguem desovar em paz porque turistas querem fazer “selfie” em meio delas.

Em uma passeada pela internet em busca de notícias interessantes hoje me deparei com uma triste realidade: cada vez mais o selfie toma conta das atitudes desumanas de algumas pessoas.

Sim, já sabia que “de atitudes desumanas o mundo está cheio”, basta ler sobre as guerras que assolam o mundo inteiro, sobre os refugiados que penam na Europa que esquece que eles fugiram de seus países que são bombardeados, também, por misseis vendidos pelo Mercado Comum Europeu, e não só.

Não, aqui quero falar sobre a desumanidade dos tais “humanos” quando, egoistamente, se relacionam com os animais. E, mais especificamente, falar de tartarugas, golfinhos e turistas.

Golfinhos do Rio da Prata morrem nas mãos de turistas: Qual é a razão que um dito ser humano pode ter para deixar morrer um golfinho só pelo prazer de tirar uma selfie? Não sei, não entendo. Abomino.

A notícia foi denuncia da Fundação Vida Silvestre, da Argentina, hoje nos jornais. E dizia que tinham sido registrados pelo menos dois casos de morte de golfinhos do tipo franciscana sendo tirados da água por turistas que posavam com os animais na praia. E os animais, morreram.

Os golfinhos do tipo franciscana é uma espécie ameaçada de extinção, segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN), que só é encontrado na Argentina, Uruguai e Brasil. Vivem na bacia do Rio da Prata, os menores golfinhos do mundo, que medem entre 1,30 e 1,70 m. Atualmente sabe-se que a população da Franciscana é de uns 30 mil indivíduos.

Este tipo de golfinho não tem a mesma resistência para estar fora da água que têm os outros tipos pois, sua pele é muito grossa e gordurosa, aumenta violentamente sua temperatura corporal se estão fora da água provocando rápida desidratação e consequente morte do animal.

Golfinho que foi morto por pessoas após fazerem uma sessão de "selfies". Foto: Facebook

Divulgação

Tartarugas Oliva da Costa Rica têm sua desova perturbada pelos selfies turísticos: No final do ano passado, uma outra notícia semelhante me chocou da mesma forma.

Milhares de turistas foram a uma praia da Costa Rica para ver a desova das tartarugas. Trata-se da praia de Ostional, no Refúgio Nacional de Vida Silvestre Ostional no Parque Nacional Santa Rosa. Uma das mais importantes áreas de desova, no mundo, da tartaruga oliva (Lepidochelys olivacea).

A visitação ao parque é permitida desde que seja com o acompanhamento de guias porém, não é permitida a invasão na área de desova e não há selfie que justifique tal desrespeito.

Já não é somente a questão de se o turista entende de meio ambiente ou não. A questão é se o turista entende de respeito a outro ser vivo. E se o turista é um desumano ou um ser humano.

golfinhos-selfies-3

Divulgação

Fonte: Green Me

  • Compartilhe

  • Imprimir Imprimir
  • Comunicar Erro

Enviar para um amigo
Comunicar erro

eu apoio a anda

Zélia Duncan

zelia

Cuidar dos animais é cuidar da vida, é querer mais harmonia e amor pras nossas vidas. Por isso apóio o trabalho da ANDA,

Zélia Duncan
Cantora

Cantora

Janine Borba

Janine Borba

Dizem que quem não gosta de samba bom sujeito não é, pois eu acho que quem não gosta de bichos bom sujeito não é! Eu que

Janine Borba
Jornalista e apresentadora

Jornalista e apresentadora

Veja todos os depoimentos »

Facebook
Você é o repórter
Siga a ANDA: