ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
  • Compartilhe

Texto

Conteúdo ANDA

Pássaro pega resgatado se torna parte de família australiana

19 de janeiro de 2016 às 19:20

Por Becca Cudmore/Tradução: Dhamirah Hashim – Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Penguin3

Num dia ventoso duas primaveras atrás, Noah Bloom, de 10 anos, descobriu um bebê pega australiano deitado no gramado perto da casa de sua avó em Sydney, Austrália. O vento tinha provavelmente lançado a filhote do seu ninho e aparentemente levou o pássaro bebê para uma boa distância – não havia ninho à vista, diz o pai de Noah, Cameron Bloom. Com seu corpo de penas pretas e asas brancas, o pássaro foi apelidado “Penguin”. Prontamente, ela se tornou uma Bloom.

Dois anos depois, este mais novo Bloom agora pula e desliza pela casa da família no subúrbio de Sydney – geralmente voa para fora durante o dia e chega em casa quando escurece. Embora tenha crescido com conta-gotas de água e alimentado por alças de colher e dedos mindinhos, Penguin agora caça minhocas ao ar livre, diz Bloom. Ela sempre foi livre para ir, mas “ela escolheu ficar.”

Magpies como Penguin são moradores muito comuns no leste da Austrália: “Você os vê em todo lugar no campo, e até mesmo em cidades e nos arredores das cidades”, diz o editor de campo do Instituto Audubon Kenn Kaufman, “então eles parecem se dar bem com os humanos.”(Também são as únicas aves, para não mencionar não mamíferos, que se reconhecem em espelhos). A Austrália tem leis contra manter pássaros nativos como animais domésticos, “Mas se esta pega australiana é livre para ir sempre que quiser, talvez ele não pode ser considerado um animal doméstico afinal?”, Diz Kaufman.

Penguin1

Na verdade, o status de Penguin na família superou o de um simples animal doméstico. A família ajudou o pássaro necessitado, mas “Penguin salvou nossa família, também”, diz Bloom. Sua esposa, Sam Bloom, havia quebrado as costas durante uma queda na Tailândia pouco antes de Penguin ser encontrado; ambos estavam em estados frágeis quando seus caminhos se cruzaram. A presença brincalhona de Penguin ajudou Sam a melhorar, diz o marido.

Cameron, um fotógrafo, capturou a relação de amizade com Penguin através de fotos do pássaro sobre os ombros de Sam e embalado nos braços de seus filhos. Em dezembro de 2013, ele lançou a série de Instagram, “Penguin the Magpie” -a foto inaugural tem Penguin molhado e desalinhado e o subtítulo: “depois do meu banho.”

Penguin5

Bloom não tinha ideia de quão profundamente esta série iria ressoar: “Penguin the Magpie” adquiriu mais de 80.000 seguidores, apareceu em vários artigos on-line, e está sendo reinventado como um livro do autor best-seller da New York Times Bradley Trevor Greive. “As imagens de Cameron mostram o intelecto brilhante, coração grande, e personalidade descomunal destas aves notáveis”, diz Grieve. “Elas alteram drasticamente a nossa percepção de pegas como uma espécie” (na literatura, as aves são normalmente retratadas como ladrões e territoriais).

“Nosso relacionamento é uma coisa boa para as pessoas verem”, Bloom diz, “mas há também um certo aspecto de responsabilidade.” Os Blooms compartilham sua casa com um animal silvestre, afinal de contas, e eles devem estar conscientes de suas necessidades. Penguin está em idade reprodutiva e Bloom acredita que é hora dela começar uma segunda família, com sua própria espécie.

Possivelmente para isso, Penguin começou a fazer viagens mais longas, às vezes deixando os Blooms por dias. Mas não mais do que trinta minutos antes do telefonema da Audubon com a família humana de Penguin em uma manhã de abril, ela veio voando pela porta da frente pela primeira vez em mais de uma semana.

Como pegas muitas vezes vivem por mais de 20 anos, isso parece apenas o começo de uma amizade de uma vida inteira.

Penguin4

  • Compartilhe

  • Imprimir Imprimir
  • Comunicar Erro

Enviar para um amigo
Comunicar erro

eu apoio a anda

Arnaldo Baptista

arnaldo1

O Arnaldo Dias Baptista ainda anda defendendo o vegetarianismo e a eletricidade gerada pelo sol. Portanto, ser embaixado

Arnaldo Baptista
músico, compositor e artista multilinguagem

músico, compositor e artista multilinguagem

Anderson Furlan

anderson furlan

Durante muito tempo estive preso em uma armadilha montada por séculos de tradição aristotélica e impulsionada pelos desv

Anderson Furlan
Juiz Federal, Mestre e Doutorando, Professor de Direito Ambiental

Juiz Federal, Mestre e Doutorando, Professor de Direito Ambiental

Veja todos os depoimentos »

Facebook
Você é o repórter
Siga a ANDA: