ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
  • Compartilhe

Texto

Santarém, PA

Cachorro é abusado sexualmente por mulher forçada pelo marido

18 de dezembro de 2009 às 13:15

A Polícia Civil continua investigando o mais asqueroso caso de abuso sexual já registrado em Santarém. O fato, segundo a delegada da Mulher, Márcia Rabelo, ocorreu no bairro da Nova República, onde um homem, cujo nome não pode ser revelado, está sendo acusado de obrigar sua esposa a manter relações com animais, entre eles, um cachorro. O caso também está sendo acompanhado pelo Ministério Público Estadual (MPE) e pelo Fórum de Justiça de Santarém.

Em entrevista ao Diário, a delegada Márcia Rabelo relatou que a vítima procurou a Delegacia da Mulher dois dias depois de ter sido espancada pelo marido e, após muita conversa, confessou o motivo da violência. Aos prantos, ela informou que era obrigada a manter relação sexual com um cachorro e que o acusado já teria um cavalo no quintal de sua residência para também ser usado no abuso.

Por medo do que viesse a acontecer, a vítima procurou a Delegacia da Mulher, onde o caso foi registrado como lesão corporal. A autoridade policial também solicitou diversos tipos de exames à paciente, inclusive de Aids. “Essa senhora já se encontra em segurança, juntamente com seus filhos, já o acusado, como não foi flagrante está respondendo em liberdade”, contou a delegada.

De acordo com a autoridade policial, a agressão foi comunicada ao MPE e, se houver necessidade, a vítima será encaminhada a um especialista para que seja avaliado o abalo psicológico. A delegada lembra que, na feitura do procedimento policial, a vítima não quis e nem precisou de atendimento psicológico, porém, cabe ao MPE ou ao Fórum de Justiça a decisão de encaminhá-la para atendimento com uma equipe especializada. O objetivo dessa medida é avaliar o sofrimento da vítima e, dependendo do resultado, colocar o marido na condição de autor da violência física e psicológica.

“O marido da vítima ainda pode ir para a penitenciária, depende só do MPE denunciar e o juiz decretar a prisão do acusado”, destacou Márcia Rabelo, enfatizando que o fato foi relatado pela vítima, mas negado pelo acusado, o que ficou sem comprovação efetiva. “Mas o inquérito foi feito e a vítima já está em segurança. Agora o juiz e o Ministério Público é que vão decidir os procedimentos do caso”, concluiu a autoridade policial.

Fonte: Diário do Pará

Nota da Redação: No senso comum, o caso choca apenas pela preocupação com a mulher, sem dúvida vítima de um abuso asqueroso e traumático. No entanto, o cachorro, o cavalo, ou qualquer animal explorado em uma situação como esta, são vítimas do mesmo abuso, podem sofrer com dores, feridas e psicologicamente da mesma maneira que qualquer ser humano. O homem deve ser acusado também de maus-tratos a animais.

  • Compartilhe

  • Imprimir Imprimir
  • Comunicar Erro

Enviar para um amigo
Comunicar erro

eu apoio a anda

Zélia Duncan

zelia

Cuidar dos animais é cuidar da vida, é querer mais harmonia e amor pras nossas vidas. Por isso apóio o trabalho da ANDA,

Zélia Duncan
Cantora

Cantora

Flávia Lippi

braços abertos

De todas as violências que sofremos, as que cometemos com mais frequência são as que cometemos contra nós mesmos. Nessa

Flávia Lippi
Jornalista, empresária e empreendedora social

Jornalista, empresária e empreendedora social

Veja todos os depoimentos »

Facebook
Você é o repórter
Siga a ANDA: