ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
  • Compartilhe

Texto

Contra o crime

Rinha de galo é fechada pelo Ibama-GO e Batalhão Ambiental

17 de agosto de 2009 às 20:43

(da Redação)

No último sábado (15), agentes ambientais federais do Ibama-GO, após contatados por policiais do Batalhão Ambiental da Polícia Militar do Estado de Goiás dirigiram-se para o município de Bela Vista-GO, na Rodovia GO- 020, km 30, próximo do Ribeirão Aborrecido, coordenadas 16º 52? 11,8? S 49º 01? 18,6? W, onde estava ocorrendo briga de galos em uma rinha ali localizada.

(Foto: Divulgação/Ibama)

(Foto: Divulgação/Ibama)

A rinha foi descoberta a partir de investigações realizadas pelo Ibama-GO e pela PM-GO.

Ao chegarem ao local os policiais verificaram que as brigas já teriam iniciado por volta das 12h00min.  Com a chegada dos PMs algumas pessoas evadiram e os que permaneceram não se identificaram como proprietários dos galos ?combatentes?, como são denominados. Sendo assim, qualificaram todos os presentes, num total de 24 pessoas, dentre eles expectadores, funcionários e um médico veterinário, acionado pelo advogado do responsável pelo estabelecimento para acompanhar a ação policial.

A ação fiscalizatória foi também acompanhada pelo proprietário da rinha e por seu advogado, sendo informado sobre a ilegalidade da atividade, tendo em vista que a promoção de lutas entre animais, ainda que em lugar privado, é considerado maus-tratos (art. 3º, Decreto Lei nº. 24.645, de julho de 1934), passível de penalidades administrativas e criminais (art. 29, Decreto 6.514/08, e art. 32, Lei 9.605/98).

(Foto: Divulgação/Ibama)
(Foto: Divulgação/Ibama)

O responsável informou, ainda, que há muitos anos promove e participa de rinhas de galo, mantendo uma forte ligação com participantes e associações de vários estados brasileiros, e que o Ministério Público do Estado de Goiás já teria fechado uma rinha de sua propriedade que funcionava no município de Goiânia-GO, Setor Jardim Bela Vista, que antes funcionava no Setor Vila Nova.

No local, totalmente preparado para a realização de rinhas, com exploração comercial da atividade, foram encontrados:

      1)Estruturas fixas: 03 arenas, 26 baias numeradas para guarda dos galos (cada uma contendo 12 viveiros em alvenaria), estruturas de bar e restaurante;
     2)    Equipamentos e instrumentos: 37 gaiolas de ferro (1,60m x 1,80m x 0,70m), 16 aparelhadores, utilizados para escolha das duplas de galo para a briga (0,60m x 0,60m x 0,70m), 05 caixas de transporte em madeira (0,58m x 0,26m x 0,30m), 01 balança, da marca Balança de Precisão, série 75638/09, 03 cronômetros;
     3)    Petrechos: 01 bucha individual e 01 jogo de buchas protetoras de esporas para treino dos animais, 01 biqueira protetora para treino, 108 esporas de plástico, 01 serra para esporas;
     4)    Animais: 97 galos, todos preparados para brigas (coxas depenadas e esporas serradas) e alguns com ferimentos;
     5)    Medicamentos: antiinflamatórios, analgésicos, água oxigenada, antibióticos, colírios, agulhas e fios para suturas, seringas, e um medicamento para proteção hepática, o Xantinon B12, muito utilizado para evitar sintomas de hepatotoxidade causada pelo uso de anabolizantes;
     6)    Outros: 23 blocos para controle de apostas

A equipe de fiscalização do Ibama-GO, composta pela Coordenadora de Fiscalização e analista ambiental, Helen de Fátima Ribeiro e o agente Ado Majela chegou ao local por volta das 15h00min, onde já estavam os policias do Batalhão Ambiental: Sgt. Eterno José dos Reis, Cb. Antônio Valério Sobrinho, Sd. Vilmar Dias da Silva, Sd. Mauro Rosa de Castro e Sd. Senobelino Bezerra Neto.

Ao fim da vistoria no local, a equipe tomou as seguintes providências:

              1)Lavrou o Auto de Infração nº. 679466-D, em desfavor do proprietário, pela prática de maus-tratos ao manter e promover rinha de galos, com multa no valor de R$ 48.500,00 (quarenta e oito mil e quinhentos reais);
             2)    Termo de Apreensão nº. 0238218-C e guarda pelo Ibama de: 23 blocos para controle de apostas, 03 cronômetros, 108 esporas de plástico, 01 bucha e 01 jogo de bucha, 01 biqueira, 01 serra, 01 cartela de Xantinon B12;
            3)    Termo de Apreensão nº. 0238215-C e depósito com o próprio autuado de: 37 gaiolas de ferro, 16 aparelhadores, 05 caixas de transporte de madeira, 01 balança de precisão, e 97 galos, tendo em vista as dificuldades de transporte desses animais para o Centro de Triagem de Animais Silvestres do Ibama naquele momento (sábado à noite).
            4)    Termo de Embargo e Interdição nº. 0238216-C: embargo da atividade e das instalações, sendo 03 arenas, 17 baias vazias lacradas e 09 baias contendo os animais apreendidos.

As ações subseqüentes serão: destinação dos animais; comunicação do crime ao Ministério Público do Estado de Goiás; recomendação de retirada dos bens e guarda pelo Ibama até decisão sobre o perdimento e destinação final, vez que podem ser utilizados como prova no processo administrativo e criminal, se for o caso.

  • Compartilhe

  • Imprimir Imprimir
  • Comunicar Erro

Enviar para um amigo
Comunicar erro

eu apoio a anda

Karina Howlett

karina

Os animais são seres completamente indefesos e a única voz que eles têm é a nossa. A ajuda de cada um de nós, por menor

Karina Howlett
Jornalista

Jornalista

Janine Borba

Janine Borba

Dizem que quem não gosta de samba bom sujeito não é, pois eu acho que quem não gosta de bichos bom sujeito não é! Eu que

Janine Borba
Jornalista e apresentadora

Jornalista e apresentadora

Veja todos os depoimentos »

Facebook
Você é o repórter
Siga a ANDA: