ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
  • Compartilhe

Texto

Direitos dos grandes primatas - dr. pedro a. ynterian

Vale a pena ver de novo: “Caras e Bocas”

15 de janeiro de 2014 às 11:40

Onde está a protagonista?

Kate (Foto: Reprodução)

Kate (Foto: Reprodução)

A Rede Globo de TV está reprisando duas novelas de Walcyr Carrasco: o CRAVO E A ROSA e CARAS E BOCAS, celebrando o êxito da última novela, AMOR À VIDA, que está chegando ao fim nos próximos dias.

Os atores e atrizes de todas as novelas da Globo são generosamente remunerados e tratados por suas participações nas mesmas. Só uma personagem não foi tratada da mesma forma: a chimpanzé fêmea Kate, que, fazendo o personagem Xico na novela CARAS E BOCAS, mora atualmente ignorada em um pequeno recinto – que foi anunciado como um Santuário no fim daquela novela – no Parque Beto Carrero World, em Santa Catarina. Por quê?

Porque simplesmente é um chimpanzé e não um ser humano, que é tratado de outra forma e que não tem direitos trabalhistas a serem respeitados. Como um chimpanzé para os zoológicos é um objeto e não uma pessoa, foi decidido não dar a ela os mesmos benefícios que os participantes da novela e seu escritor tiveram.

O Zoológico de Beto Carrero negou à Globo a entrega de Kate ao nosso Santuário em Sorocaba, onde moram sua mãe, suas irmãs e sobrinhas. Talvez pensou que a presença de Kate no Parque geraria bons dividendos em propaganda. Muito mais propaganda teria rendido para eles se tivessem entregado Kate à sua família chimpanzé, num local onde tem maior privacidade, sem ser assediada pelo público.

Ainda há tempo. O erro pode ser corrigido. Kate, na situação em que está, só dá prejuízo para o Zoológico e até para a própria Globo, que anunciou que Kate iria para um Santuário e terminou num minúsculo recinto de um Zoológico. Temos certeza que se Beto Carrero estivesse vivo, Kate já estaria com sua família desde o fim da novela.

Kate ainda é jovem. Talvez, nos próximos anos, quando os direitos dos chimpanzés forem reconhecidos, ela poderá reclamar isonomia no tratamento de seus colegas de CARAS E BOCAS, que receberam todas as compensações merecidas por seu desempenho diante das câmeras.

Kate foi a única injustiçada nesta Novela!

  • Compartilhe

  • Imprimir Imprimir
  • Comunicar Erro

Enviar para um amigo
Comunicar erro

eu apoio a anda

Suprema Mestra Ching Hai

SMCH+3

O prêmio de Compaixão Mundial foi concedido em reconhecimento às brilhantes conquistas da Agência em informar o mundo do

Suprema Mestra Ching Hai
Líder mundial humanitária

Líder mundial humanitária

Flávia Lippi

braços abertos

De todas as violências que sofremos, as que cometemos com mais frequência são as que cometemos contra nós mesmos. Nessa

Flávia Lippi
Jornalista, empresária e empreendedora social

Jornalista, empresária e empreendedora social

Veja todos os depoimentos »

Facebook
Você é o repórter
Siga a ANDA: