ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
  • Compartilhe

Texto

"Prisão perpétua"

Internautas se mobilizam para libertar elefanta de 69 anos, que vive em zoológico de Tóquio

08 de janeiro de 2016 às 23:20

Elefante Tóqui

Divulgação

Um blog japonês fez uma postagem sobre Hanako, uma elefanta de 69 anos que vive em um zoológico de Tóquio, motivou uma grande campanha na internet para a sua libertação – ou, pelo menos, para sua transferência para um local mais apropriado.

O animal, cuja história já foi contada pela ANDA, foi capturado e transportado para o Japão ainda jovem, e sempre viveu sozinho, sem contato com outros elefantes durante toda sua vida adulta. Enquanto os usuários da internet criticam as condições de Hanako, o zoológico onde vive o animal argumenta que ela recebe um bom tratamento e que está em boas condições de saúde. “Estamos cuidando de Hanako com grande sensibilidade”, disse um tratador do zoológico de Inokashira, em Musashino.

Segundo a publicação original, que motivou a mobilização de centenas de milhares de pessoas no mundo todo, o “elefante em cativeiro mais velho do Japão” foi capturado ainda muito jovem na Tailândia e foi transportado para o Japão em 1949, onde se tornaria “prisioneiro perpétuo”. Uma fotografia mostrando Hanako aparentemente triste foi usada para ilustrar o texto.

A mensagem se espalhou rapidamente no Facebook e outras mídias sociais. Cerca de 300 mil pessoas assinaram uma petição online para mover Hanako para um santuário de elefantes onde ela pudesse passar os últimos anos de sua vida ao lado de outros elefantes. Hidemassa Hori, responsável pelo zoológico onde vive Hanako, disse à agência Jiji Press que as pessoas deveriam conhecer o local pessoalmente.

Fonte: IPC Digital

Nota da Redação: Zoológicos e outros locais que aprisionam animais devem ser completamente extintos. Casos como o do zoológico de Tóquio  servem para alertar a população mundial sobre a injustiça e crueldade escondida atrás de zoológicos e outros locais que mantém animais em cativeiro apenas para divertimento humano. É preciso clarear a consciência para entender e respeitar os direitos animais. Eles não são objetos para serem expostos e servirem ao prazer de seres humanos. As pessoas podem obter alguns minutos de entretenimento, mas para eles é uma vida inteira de exploração e abusos condenados pelo egoísmo humano.

  • Compartilhe

  • Imprimir Imprimir
  • Comunicar Erro

Enviar para um amigo
Comunicar erro

eu apoio a anda

Julia Bobrow

julia bobrow

Sou como qualquer um que ama os animais, que os tem por perto e que devota boa parte do seu tempo a eles. Por isso, apói

Julia Bobrow
Atriz

Atriz

Patricia Marx

patricia2

Sinto-me uma pessoa muito afortunada por ter encontrado pessoas tão bondosas neste mundo. Encontro-me hoje no lugar cert

Patricia Marx
Cantora

Cantora

Veja todos os depoimentos »

Facebook
Você é o repórter
Siga a ANDA: