ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
  • Compartilhe

Texto

Conteúdo anda

Cerca de 400 mil aves já foram mortas por suspeita de novo surto de gripe aviária

01 de fevereiro de 2016 às 6:20

Por Evan Garcia/Chicago Tonight (Tradução:Patricia Tai/Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

275 mil perus e 125 mil galinhas já foram mortas devido ao receio perante suposto novo surto. Foto: Scott Bauer

275 mil perus e 125 mil galinhas já foram mortas devido ao receio perante suposto novo surto. Foto: Scott Bauer

Há alguns dias, foi publicado pela ANDA que havia uma suspeita de gripe aviária, do vírus H7N8, no sudoeste de Indiana, nos Estados Unidos, que cerca de 40 mil galinhas teriam sido mortas por esse motivo. No entanto, poucos dias depois, mais de 400.000 aves já foram mortas no estado, após o vírus ter sido encontrado em 10 avícolas na semana passada, de acordo com o Conselho Estadual de Saúde Animal de Indiana. As informações são do Chicago Tonight.

Todas as aves das avícolas em questão estão localizadas no condado de DuBois, a cerca de 480 quilômetros ao sul de Chicago, onde a maior parte da indústria de frangos da Indiana está baseada.

O Indianapolis Star reportou que funcionários federais e estaduais, trabalhadores das fazendas e presidiários mataram 245 perus e 145 galinhas desde a semana passada.

Segundo a reportagem, esse surto de gripe aviária é diferente do vírus H5N2 que levou à matança de 48 milhões de aves em diversos estados dos Estados Unidos no ano passado. As autoridades dizem que não se sabe como os animais teriam sido infectados.

Essa doença em particular não afeta humanos, e há mais de dez dias não tem sido mais detectada em nenhuma outra ave dentro de um raio de 10 quilômetros do foco inicialmente infectado.

O estado de Illinois, que é vizinho de Indiana, está em alerta, e aumentou as medidas de biossegurança. De acordo com dados do Censo de Agricultura dos Estados Unidos, 3.725 fazendas avícolas que confinam ao todo 4,3 milhões de aves estão localizadas em Illinois.

Nota da Redação: Só há tantas aves vivendo amontoadas e confinadas em tantas avícolas porque há consumo humano. E, embora as autoridades afirmem não saber como os animais foram infectados, todos nós sabemos – é o estresse do confinamento que leva a doenças, e a imensa quantidade de animais em pequenos espaços que faz com que moléstias se espalhem.

  • Compartilhe

  • Imprimir Imprimir
  • Comunicar Erro

Enviar para um amigo
Comunicar erro

eu apoio a anda

Suprema Mestra Ching Hai

SMCH+3

O prêmio de Compaixão Mundial foi concedido em reconhecimento às brilhantes conquistas da Agência em informar o mundo do

Suprema Mestra Ching Hai
Líder mundial humanitária

Líder mundial humanitária

Patricia Marx

patricia2

Sinto-me uma pessoa muito afortunada por ter encontrado pessoas tão bondosas neste mundo. Encontro-me hoje no lugar cert

Patricia Marx
Cantora

Cantora

Veja todos os depoimentos »

Facebook
Você é o repórter
Siga a ANDA: